Prêmio Nacional de Educação Fiscal

Histórico

Dada a largada para o Prêmio Nacional de Educação Fiscal 2014

postado em 21/03/2014 15:20 / atualizado em 12/05/2016 12:02


Os cinco projetos vencedores da edição receberão premiação em dinheiro no valor de R$15 mil e R$10 mil para o primeiro e segundo  lugares  na categoria “Instituições” ,   R$15 mil, R$10 mil e R$5 mil na categoria “Escolas”. Inscrições até 30 de maio

Brasília – Foi dada a largada para as inscrições da terceira edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal. Diretoria da Febrafite, autoridades, patrocinadores e apoiadores participaram nesta quinta-feira (20) do coquetel de lançamento do prêmio, na sede da Associação dos Auditores Tributários do DF – Aafit.

As inscrições podem ser feitas pelo site do concurso,  www.premioeducacaofiscal.com.br, e seguem até o dia 30 de maio. O concurso é destinado à pessoa jurídica nas categorias “Escolas” e “Instituições”.

Em parceria com a Escola de Administração Fazendária – Esaf, a Febrafite entregará no dia 18 de novembro, em Brasília, aos cinco projetos vencedores do ano a premiação em dinheiro e troféus no valor de R$15 mil e R$10 mil para o primeiro e segundo lugares  na categoria “Instituições” , R$15 mil, R$10 mil e R$5 mil na categoria “Escolas”. O certame também entregará um Certificado de Reconhecimento às dez melhores iniciativas inscritas.

Durante a solenidade, o presidente da Febrafite, Roberto Kupski, assinou o regulamento da edição, ressaltou a importância do concurso para promover a discussão sobre a educação fiscal, destacou os projetos inscritos nas edições anteriores e agradeceu aos patrocinadores e apoiadores. “Só quem avaliou os projetos inscritos nesses últimos dois anos, sabe quantos trabalhos bonitos são feitos neste País, e isso nós devemos valorizar. É um projeto de cidadania e que com certeza trará frutos para o Brasil, por meio da consciência cidadã e do acompanhamento das receitas públicas”, disse Roberto Kupski.

“Não podemos deixar de agradecer o apoio de todos os nossos colaboradores que nos ajudam a tornar este sonho possível. Sonho este de ver todo o brasileiro consciente de que deve pagar o seu tributo, mas consciente também de que deve cobrar dos nossos governantes a correta aplicação desses recursos”, finalizou o presidente da Federação.

Na ocasião, o subsecretário da Receita do DF, Wilson José de Paula, destacou sua participação na comissão julgadora da edição 2013 e que ficou muito impressionado com o que viu. “Fazer a leitura de todo o trabalho feito pelo Brasil inteiro, de Norte a Sul, me deu a oportunidade de descobrir o que as pessoas estão fazendo em relação à educação fiscal, que é um assunto que, infelizmente, ainda não faz parte da rotina das pessoas. Porém, esse prêmio tem essa missão de mudar isso”.

A diretora de crédito do Banco de Brasília – BRB, Kátia Peixoto, falou sobre a importância da iniciativa e a parceria com o banco.  “uma iniciativa como essa deve ser seguida por várias entidades de todo o Brasil. É uma honra participar de um projeto tão bonito como este, que busca incentivar a educação fiscal”. Ela ainda disse que “o imposto é visto como uma questão punitiva, mas vocês do Fisco estão aqui para mostrar que ele não é”.

Durante a solenidade foi apresentado o comercial da edição. Em breve publicaremos no site da premiação.

Inscrições  – O período de inscrições vai de 21 de março a 30 de maio de 2014. O regulamento está disponível no site www.premioeducacaofiscal.com.br

Patrocínios e apoios – O Prêmio tem o patrocínio da Petrobras, do Banco de Brasília – BRB e apoio institucional das associações filiadas à Febrafite,  do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB,  do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais – Encat,  do Centro Interamericano de Administração Tributária – Ciat,  da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público – Conamp, do Fórum Nacional das Carreiras Típicas de Estado – Fonacate, entre outras.